19.09.09

“Carlos Santos não foi só o realizador. Representou o papel de D. Pedro e convenceu o mais prestigiado actor do nosso teatro declamado de então - Eduardo Brazão - à época, seu padrasto, a fazer o papel do rei D. Afonso IV. Para Inês de Castro, escolheu a própria mãe, a actriz Amélia Vieira, que Brazão queria impor.”

 

João Bénard da Costa sobre o primeiro filme histórico realizado em Portugal – “Rainha depois de morta” em 1910, in Histórias do Cinema

 

 

Segunda parte da entrevista a Sara Galvão, estudante de Filmmaking na London Film Academy em Londres.

Já alguma vez tinham pensado como as legendas roubam espaço ao filme? Eu não. Sabem porque é que Portugal legenda os filmes e Espanha dobra-os? Agora já sei. Qual é o paradigma do cinema português? Boa pergunta. E a vida em Londres, na velha Europa? Benvindos à Décima Segunda Província.

  

 

### OUVIR Os bastardos são a guerra

 

 

*Músicas

Olivier bernet, do filme PersepolisLove and Hate

Vancouver Film SchoolDancing animals in love

Johnny Cash - Hurt

sinto-me: Concentrado
música: Bernet, VFS e Johnny Cash
publicado por Alex às 11:25

A 12ª Província é um local. Tem a geografia da distância, do caminho, da saudade. Tem um tempo próprio na fronteira de cada pessoa. Não tem voz: tem ouvido. É o testemunho. De um povo andarilho espalhado pelo mundo: os portugueses.

A 12ª Província foi um programa de Alexandre Matoso.
Passou na Rádio Zero todas as Terças-Feiras às 20:30 entre Outubro de 2008 e Novembro de 2011.

Para qualquer informação: matoso.a@gmail.com

Facebook
Check-In
free counters
arquivos
2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


pesquisar
 
mais sobre mim
blogs SAPO